Liderar gera lucro!

Palavras mágicas
4 de Janeiro de 2017
O Líder Farol
7 de Fevereiro de 2017

O objetivo de toda organização é sobreviver e crescer, o que convenhamos, não está muito fácil nos dias de hoje onde os oceanos azuis rapidamente se tornam vermelhos e o mercado sádico exige cada vez mais de todos nós. Com um chicote na mão bota todo mundo para correr na clássica “dança das cadeiras”. Quando a música para, alguém vai ficar em pé e sair da brincadeira.

Só que essa história está só começando. E o que fazer para o próximo não ser nem eu e nem você?

Mais rapidamente uma nova disruptura no mercado muda toda a regra do jogo, as tendências de consumo dos clientes, a percepção do que vale e o que não vale, porque ele vai te escolher e do que ele está disposto a pagar pelo seu produto ou serviço. E você vai sentir tão rápido no seu lucro, quanto remédio na veia.

E o que é de uma empresa sem lucro? Um passaporte para o limbo

É, meu querido, estamos em uma era de constantes mudanças! Já dizia Darwin, “Quem sobrevive não é o mais forte, mas aquele que melhor se adapta as mudanças”

Ouvi de um gênio que conheci outro dia chamado Leandro Moreira outra frase que cai bem aqui e não sei onde ele aprendeu: “Não são os mais fortes que engolem os mais fracos, mas os mais rápidos que engolem os mais lentos”

Então me define qual o perfil de uma empresa capaz de se adaptar a mudanças, senão aquela formada por verdadeiros líderes? Ao se adaptar encontra-se, mesmo que temporariamente, novos oceanos azuis

A liderança comportamental é responsável por 80% dos resultados de uma empresa no ambiente moderno. Atitude e mentalidade líder deve estar impregnada no maior número possível da sua equipe para que eles por conta própria sejam capazes de se adaptar e ajudar a empresa a se adaptar mais rapidamente aos desafios que chegam todos os dias, ou criar novas tendências, ganhando uma vantagem competitiva que te faz navegar até que a música mude novamente

Não se engane, a “brincadeira” vai continuar assim. Sua sobrevivência depende de sua capacidade para gerar lucro, que depende de sua capacidade para se adaptar ou inovar, que depende da qualidade da sua equipe, que é diretamente proporcional a liderança comportamental dos seus membros. Simples assim

Então já não era segredo, pois tantos grandes nomes do empresariado mundial costumam afirmar: “A alma de uma empresa está na sua liderança”, que hoje como nunca podemos corrigir, “O lucro de uma empresa está nas suas lideranças”

O Ricardo Bellino dizia outro dia: “Um dinheirinho a mais na carteira não faz mal a ninguém, não é mesmo”? Então compreenda o comportamento de quem faz a sua organização. São eles líderes? São comprometidos com os seus resultados mais do que a processos?

Liderança comportamental é fundamental. Se a resposta não for um grande sim, você está deixando dinheiro na mesa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *